Notícias

+ Esportes

Com pouco tempo no Brasil, adaptação do golf, está condenado ao sucesso: “O mundo é o campo de SNAG”

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Representante do SNAG Golf na América Latina, conversa com o Esportes Mais e explica a situação atual do esporte

O SNAG (Start New At Golf, em português, Sistema Nacional de Aprendizagem de Golf), é um esporte muito novo no Brasil. Porém, a modalidade já faz sucesso em 42 países. O SNAG Golf pode ser praticado por todas as classes sociais, nos últimos anos vem criando uma certa pressão social para a evolução e desenvolvimento da modalidade.

A modalidade, que deriva do golf, foi criado pelo golfista americano Terry Anton e sua esposa pedagoga, tendo como um dos objetivos criar um ambiente de aprendizagem acessível a todas as pessoas, que possa ser jogado em qualquer lugar eliminando as barreiras geográficas e demográficas que apresentam o golf tradicional. Para jogar o SNAG Golf basta obter os seguintes equipamentos: FlagSticky (Alvo), SNAGballs (Bolas SNAG) e Launch Pad (Tacos e Apoio de Lançamento).

Exibindo AFRICA.jpgExibindo AFRICA.jpgExibindo AFRICA.jpg

Para poder explicar melhor o SNAG Golf, um esporte tão novo no Brasil, convidamos o representante do SNAG no Brasil é na América Latina, o português José Fortes da Gama. José primeiramente nos explicou qual é a sensação de representar o SNAG Golf e os benefícios do esporte. “É uma sensação de enorme responsabilidade,pois, o SNAG representa um grande desafio pela situação muito limitada do golf e de sua imagem no Brasil pela dimensão continental do país, o que nos tem obrigado a significativos investimentos.

O SNAG não está somente no Brasil, porém, como será que esse esporte é visto na América do Sul e no Brasil? Segundo José Fortes, no Brasil houve um certo preconceito mas afirma que em outros países o esporte está mais desenvolvido e popular. “Quando cheguei no Brasil, em 2011, as duas coisas que sempre me diziam era que o Brasil era o país do futebol e o golf era um esporte para ricos por ser muito caro, portanto, o golf não tinha espaço. Em alguns outros países da América do Sul, a situação é diferente pois o golf é mais popular e desenvolvido, havendo mais disponibilidade de campos. Estamos trabalhando também para lançar um programa na Argentina, além de já termos pedidos para outros países”, contou o representante do SNAG no Brasil e América do Sul.

Esta adaptação do golf, chamada SNAG Golf, está ou já esteve presente em diversos lugares do Brasil. Em São Paulo, o SNAG já esteve presente nos seguintes lugares: Parque Ibirapuera, Parque do Carmo, nos Jogos Paralímpicos Escolares no Anhembi, Estádio do Pacaembu, Centro de Treinamentos do Palmeiras, Uninove e entre outros lugares, mas está presente permanentemente apenas em uma escola e realizando algumas oficinas temporárias. No Rio de Janeiro, o SNAG esteve presente nos seguintes lugares: Praia do Leme, Quinta da Boavista, Complexo do Alemão e SESC de Ramos, além de outras cidades do Brasil, como: Goiânia, Brasília e entre outas cidades.

Você leitor, provavelmente, deve estar se perguntando qual a diferença entre o golf e o SNAG. A diferença está desde o custo dos equipamentos até na aprendizagem do esporte. Os equipamentos do SNAG foram desenvolvidos com três principais objetivos: atratividade e facilidade para o praticante, capacitação fácil e rápida para os professores de educação física, além do baixo custo. “Relativamente ao golf as diferenças estão nos equipamentos, em que os tacos são mais fáceis de utilizar, o alvo não é um buraco como no golf e sim uma superfície com velcro que gruda as bolas, semelhante as de tênis. Isto permite que o SNAG possa ser jogado em qualquer lugar, por isso, dizemos que o mundo é o campo de SNAG. É como se fosse um campo de golf portátil, indoor ou ao ar livre”, disse o português José Fortes.

Por mais benéfico, fácil e vantajoso que seja o SNAG Golf, o esporte encontra dificuldades em busca de uma maior popularidade. Com isso, diversas estratégias de marketing e divulgação estão sendo traçadas, mostrando que o SNAG veio para ficar. “O SNAG está condenado ao sucesso no Brasil. Apesar de todas as dificuldades que temos enfrentado nesta missão de divulgar e popularizar o jogo no país, temos identificado os fatores chave e casos de sucesso brasileiros nos esportes para implementarmos uma estratégia ganhadora bem como manifestações de apoio, algumas muito emotivas como pais de crianças com deficiência, assim damos prioridade a grupos sociais, com sustentabilidade financeira que assegurem os equipamentos e o custo dos professores, uma vez que confirmamos nos testes a sua grande adesão”, explicou Fortes.

 

França

Clique na imagem para acessar o site

 José Fortes da Gama pretende futuramente dinamizar algumas competições de SNAG Golf nos municípios, estados e união, fora a internacionalização. Vale lembrar que nos Estados Unidos o padrinho do SNAG é o Jack Nicklaus , maior golfista de todos os tempos, associou-se ao SNAG para organizar torneios nos parques com um nível nacional.

Essa adaptação muito bacana do golf é acessível para todas as idades, pois o SNAG pode ser praticado por pessoas desdes os 5 anos até os 105 anos embora ter praticantes mais novos. A prática desse esporte pode trazer diversos benefícios aos idosos como melhoria em sua saúde e qualidade de vida, além de auxiliar na formação ética e moral de crianças e adolescentes. A inclusão e sustentabilidade, entre as faixas etárias, são pontos fortes do SNAG Golf.

 

 

Arthur Fernandes (341 Posts)

Arthur Fernandes é carioca, o seu hobby é o aprendizado de idiomas e dialetos, o seu objetivo é superar o máximo de expectativas impostas e torce exclusivamente para o Orlando City.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta