Notícias

Sem categoria

Com emoção, Panthers vence Seahawks e vão para final de conferência

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

 

Com emoção, Panthers vence Seahawks e vão para a final de conferência

O Carolina Panthers bateu o Seattle Seahawks por 31-24 domingo (17) no Bank of America Stadium em Charlotte, Carolina do Norte, em um jogo inusitado, mas com a emoção característica dos playoffs da NFL. O time da casa abriu 31 pontos de vantagem no intervalo, mas a equipe de Seattle se recuperou na segunda etapa e quase conseguiu empatar a partida anotando 24 pontos no terceiro e quarto período. O Panthers agora recebe o Arizona Cardinals no próximo domingo, valendo o título da NFC e a vaga no Super Bowl 50, enquanto o Seahawks volta pra casa e já começa a pensar na próxima temporada.

O jogo

Nem mesmo o mais esperançoso dos torcedores dos Panthers esperaria um começo de jogo tão próspero. Logo na primeira campanha, o running back Jonathan Stewart quebrou as linhas da defesa para um avanço de 59 jardas, a quarta maior corrida da carreira. Na jogada seguinte, a equipe levou um susto quando o running back Cameron Artis-Payne sofreu um fumble, que pra sorte dos Panthers foi recuperado pelo fullback Mike Tolbert. Logo na sequência, Stewart anotou o touchdown e deixou o jogo 7-0. Na primeira campanha de Seattle, Russell Wilson lançou uma pick six (quando a interceptação é retornada para TD) para Luke Kuechly. Enquanto o Seahawks não conseguia fazer nada no jogo, Carolina ampliou a vantagem para 21 pontos no começo do segundo quarto, quando Stewart marcou pela segunda vez na partida. Na primeira jogada da campanha seguinte, Wilson lançou outra interceptação, que deixou os Panthers já em área de field goal. Na sequência, o kicker Graham Gano anotou mais três pontos, deixando o placar 24-0.

O domínio do Panthers seguia, e o jogo já parecia um massacre. Já se falava em quebra de recordes, e o time #1 na temporada regular alcançou a vantagem de 31 pontos quando Cam Newton conectou o tight end Greg Olsen. A equipe de Seattle esboçou uma reação no final do segundo quarto, mas na penúltima campanha o time falhou na conversão da 4ª descida e na última o kicker Steven Hauschka errou um field goal de 55 jardas (o primeiro erro de sua carreira em playoffs).

Jogadores do Panthers
Jogadores do Panthers

O Seahawks veio para o terceiro período disposto a virar a partida, e mostrou isso logo no começo. O wide receiver Tyler Lockett retornou o kickoff até o meio do campo, e com a falta pessoal do special teamer Colin Jones o time começou a campanha na linha de 35 jardas do campo de ataque. Russell Wilson aproveitou a excelente posição de campo e lançou um TD para o wide receiver Jermaine Kearse, deixando o jogo 31-7. Enquanto o ataque dos Panthers se perdeu no jogo, Seattle continuou embalado e diminuiu a desvantagem para 17 pontos quando Wilson achou Tyler Lockett em um passe de 33 jardas. A partir daí, o jogo ficou um pouco mais truncado e tenso, até quando Lockett recebeu mais um passe de Wilson para TD e deixou o placar 31-21.

O time do Panthers seguia irreconhecível, totalmente diferente do desempenho da primeira etapa. Ainda assim, eles conseguiram gastar 4 preciosos minutos do relógio, devolvendo a bola pro Seahawks com 02:49 restantes no 4º período. Wilson tentou conduzir sua equipe, mas falhou na administração do relógio e o time chutou um field goal com 01:16 para o fim do jogo. Sem tempos para pedir, a única maneira de vencer o jogo era recuperar o onside kick (tipo especial de kickoff cujo objetivo é recuperar a bola a partir de 10 jardas da linha do chute). Hauschka tentou o onside kick sem sucesso e os Panthers só precisaram ajoelhar com a bola para zerar o cronômetro e ganhar a partida por 3124.

Com a vitória, o Panthers chegou a sua 12ª vitória consecutiva jogando em casa (incluindo pós-temporada) e agora recebe o Arizona Cardinals na disputa do título da NFC e da vaga no Super Bowl. O confronto será o primeiro entre os times desde o round de Wild Card dos playoffs de 2014, quando o Carolina de campanha 7-8-1 enfrentou o Arizona comandado por seu terceiro QB, Ryan Lindley (atualmente nos Colts). Com certeza será um duelo totalmente diferente daquele pobre 27-16. Dessa vez não teve jeito para os Seahawks, que já tinham sobrevivido miraculosamente na última rodada. Agora a temporada enfim acabou para eles, que já pensam na temporada 2016.

suporte (2042 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta