Notícias

+ Esportes

Cinco anos do jogo mais espetacular dos últimos tempos no Brasil

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Nesta quarta-feira (27), faz cinco anos de um dos maiores espetáculos recentes do futebol nacional

ESPETACULAR, seria como eu descreveria aquele jogo que NENHUM amante do futebol esquecera, seja palmeirense, corintiano, vascaíno ou torcedor de qualquer outro time. De um lado o Santos e Neymar, do outro o Flamengo de Ronaldinho Gaúcho.

Esse jogo foi uma mistura de emoções incrível, nem os santistas, que foram derrotados, saíram da Vila Belmiro naquele dia chateado, afinal eles viram de perto uma partida épica.

Vamos às circunstâncias do jogo:

Naquele 27/07/2011, Santos e Flamengo jogaram pela 12ª rodada do Brasileirão daquele ano. O Flamengo não havia perdido nenhum jogo na competição, eram mais de 12 partidas sem derrota, e o time rubro-negro havia se reforçado bem para a temporada, trazendo Thiago Neves e ninguém mais ninguém menos que Ronaldinho Gaúcho.

O time santista contava com um aluno e fã de Ronaldinho, Neymar, que era o melhor jogador do Brasileirão, e que ganhou o Paulistão e viria a ganhar a Libertadores naquele ano. Santos contava também com Elano  e Borges em grande fase fazendo gol de tudo quanto era jeito, além do maestro Paulo Henrique Ganso.

Às 22h,  rolava a bola para a partida, todos pensavam que seria uma boa partida, porém não imaginavam que seria um GIGANTE jogo de futebol.

O Santos abriu 2 a 0 logo aos 16′ do 1° tempo, com 2 gols de Borges.  Porém, foi aos 25 minutos, ainda no 1° tempo, que aconteceu uma obra prima. Neymar recebeu uma bola na esquerda e, marcado por Williams e Léo Moura, conseguiu passar no meio dos dois, tocou para Borges que fez a parede e devolveu para o próprio Neymar, que agora recebia marcação mais forte de Renato, mas o jovem atacante ainda assim conseguiu se livrar do adversário e aplicar um DRIBLE fantástico em Ronaldo Angelim.

Clique na imagem para acessar o site
Clique na imagem para acessar o site

Neymar entrou na área e Ronaldo Angelim foi para o abafa, mas inexplicavelmente, o jogador santista deu uma passada com a direita, pedala, toca pelo lado e sai correndo pelo outro, nesse momento Angelim abre os braços e fica confuso, sem entender o que faria, iria na bola ou faria falta no Neymar pelo drible que acabara de tomar? Confuso, Angelim apenas abre os braços que pareciam sinalizar pro juiz “Hey, juiz, isso vale?”. Neymar então consegue passar facilmente, entra na área e chuta na saída de Felipe ao mesmo tempo que leva uma entrada criminosa de Junior Cesar, que por pouco, quase apagou esse feito. 3 a 0 Santos.

Muito flamenguistas haviam desistido do jogo, como reverter um placar de 3 a 0 na casa do Santos?

Porém, aos 28′ AINDA no 1° tempo, Luiz Antonio, que estava fazendo uma partida muito boa, recebe uma bola na direita e mesmo marcado cruza, fraquinho, mas Edu Dracena e  Rafael falham e a bola sobra para Ronaldinho fazer o gol mais fácil da carreira, 3 a 1 Santos.

Aos 31′, Deivid faz uma ótima virada de jogo para Léo Moura que cruza na cabeça de Thiago Neves, que se infiltra no meio dos zagueiros e manda uma bomba de cabeça,  3 a 2 Santos.

41 minutos, tudo no 1° tempo, Neymar arranca na esquerda com Williams na cola, até a grande área, quando recebe um empurrão, gerando um pênalti.

Elano pegou a bola e colocou na marca do pênalti (nesse mesmo ano, Elano havia isolado uma bola contra o Paraguai na Copa América),  enquanto se posicionava pra bater, Junior Cesar passou do lado do santista e abaixou a meia dele para desconcentrar.

Na hora da cobrança, Elano tentou uma cavadinha, mas Felipe atento pegou a bola e de modo irônico saiu fazendo embaixadinha. O Flamengo ainda estava no jogo.

Aos 43 minutos, em escanteio na 1ª trave, Ronaldinho manda a bola na cabeça de Deivid que só gira a cabeça em direção ao gol, empatando o jogo em 3 a 3. Ainda assim, Deivid não comemorou o gol pelo fato de já ter jogado no Santos.

É incrível de imaginar que isso tudo aconteceu no 1° tempo, ou seja, ainda haviam mais 45′ minutos de puro espetáculo de futebol.

Quando começa o 2° tempo, ainda no início, Léo manda uma bola para Neymar, que consegue se livrar da marcação de David Braz (hoje no Santos) e chuta no alto na saída de Felipe, 4 a 3 Santos.

Um tempo depois, aos 21′, Ronaldinho recebe a bola perto da área e assim como Neymar, estava marcado e ainda assim conseguiu se livrar de todos, porém com falta de Arouca que colocou o quadril a frente de R10 ocasionando uma falta perigosíssima. Na bola estava Thiago Neves (que é canhoto e portanto mais fácil de bater daquela posição) e Ronaldinho. o R10 corre para a bola, da uma leve parada e ameaça mandar uma bomba por cima da barreira, para a surpresa de todos ele manda uma bola rasteirinha que passa embaixo por todos os jogadores que formaram a barreira e haviam pulado o máximo para impedir uma bola por cima. Ronaldinho sai correndo em direção a Luxemburgo, todo feliz dizendo “Eu avisei, né!?”. Esse gol foi assinado por Ronaldinho que havia feito igual no Barcelona. Flamengo empata, 4 a 4.

E faltando 10 minutos para acabar, em um contra ataque veloz, Thiago Neves abre para Ronaldinho na esquerda, ele corta pro meio e faz o óbvio, o simples mas ainda assim inevitável para o goleiro Rafael. Os jogadores santistas então ficam sem força, não da para competir com os Deuses do futebol, e o Flamengo tomou a frente do placar e segurou até o final. Fim do espetáculo, Santos 4×5 Flamengo

suporte (2040 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta