Notícias

Sem categoria

Chapecoense e Tubarão se enfrentam pelo Catarinense

kk

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Equipes do Oeste e do Sul se enfrentam buscando recuperação no Estadual

Na noite desse domingo (19), Chapecoense e Tubarão se enfrentam pela segunda rodada do returno do Campeonato Catarinense. O jogo será realizado na Arena Condá, em Chapecó, às 19h, horário de Brasília.

A Chapecoense ocupa a sexta colocação no certame estadual, com um ponto ganho, após o empate na primeira rodada em 0x0 frente ao Inter, em Lages. Com a mesma pontuação, o Tubarão é o quinto colocado. Na primeira rodada do returno, o Peixe empatou em casa pelo placar de 2×2 frente ao Metropolitano, de Blumenau.

Mudanças

O técnico Waguinho Dias terá problemas para escalar o Tubarão para o jogo desse domingo, em Chapecó. O volante Liel não entrará em campo, suspenso após o terceiro cartão amarelo, recebido na partida frente ao Metrô, no último fim de semana. O atacante Everton Júnior também não estará disponível, visto que teve constatada lesão de grau 1 na coxa direira, e desfalca a equipe do sul do estado por aproximadamente 15 dias. Porém, o principal desfalque é o atacante colombiano Rentería; artilheiro do Tuba no estadual com 5 gols marcados, ele não joga a segunda rodada do certame devido à expulsão na primeira rodada. Em compensação, o lateral Marcos Vinícius está apto a retornar a equipe.

Rentería desfalca o Tubarão (Foto: Divulgação/CA Tubarão)

Recuperar o desempenho

Pelo lado da Chapecoense, a principal missão é a recuperação do desempenho, afinal de contas, o time vem de dois resultados adversos. No estadual, o empate frente ao Inter de Lages foi decepcionante, devido ao time ter estreado tão bem na Libertadores, frente ao Zulia. Já na competição continental, a derrota em casa, frente ao Lanús, da Argentina, foi um balde de água fria na torcida. O principal quebra-cabeças que o técnico Vágner Mancini tem a resolver é a “montagem” do meio de campo, já que não contará com o volante Moisés, que teve lesão grau 2 na coxa, e desfalca o time por pelo menos três semanas.

Volante Moisés Ribeiro é desfalque na Chape (Foto: Cleberson Silva/Chapecoense)

O grande problema a resolver é o fato do time da Chape ter funcionado bem quando atua com 3 volantes. Com a lesão de Amaral e Moisés, a tendência é a entrada de Moisés Wolschick na posição, ou a promoção à titularidade do experiente meia Neném. No mais, a equipe que entra em campo deve ser a mesma que atuou no meio da semana.

Prognóstico

De quinta-feira pra cá, muita coisa repercutiu na cidade de Chapecó; desde uma polêmica desnecessária criada sobre uma pergunta/resposta do técnico alviverde a um jornalista argentino, até a qualidade e os problemas no elenco do Verdão. Com o entrosamento dos atletas e a sequência de jogos, obviamente que as fraquezas e eventuais necessidades de melhora surgiriam. A Chape precisa de peças pontuais nos diversos setores da equipe; sente-se a falta de um “xerifão” na zaga, de opções no meio (e o camisa 10, escasso no mercado), e de variações no ataque. O técnico Vágner Mancini tem sido contestado por alguns setores da torcida e da imprensa, fato pertinente devido à dependência do time a um esquema de jogo específico.

Mas nada de terra arrasada, não é por um jogo atípico e uma derrota frente a uma bela equipe, como a do campeão argentino Lanús, que todo um trabalho deva ser jogado fora. Existem jogadores que realmente não entenderam o que é vestir a camisa da Chape; à alguns, falta pegada e disposição, características “obrigatórias” a quem veste o manto verde e branco.

A Chape tem uma bela oportunidade de recuperação no estadual e de fazer as pazes com a torcida. Embora a respeitável invencibilidade de 5 jogos do Tubarão, a equipe do Oeste é franca favorita no confronto de domingo. O apoio da torcida, os desfalques do adversário e a qualidade técnica dos jogadores do Verdão são ingredientes que devem proporcionar um belo espetáculo a quem comparecer à Arena Condá.

Ficha Técnica – Chapecoense x Tubarão

Hora: 19h, horário de Brasília

Local: Arena Condá – Chapecó (SC)

Árbitragem: Célio Amorim, auxiliado por Helton Nunes e Gianlucca Perrone de Vasconcellos

Chapecoense: Artur Moraes; João Pedro, Nathan, Grolli e Reinaldo; Moisés Wolschick, Andrei Girotto e Luiz Antônio; Rossi, Niltinho e Wellington Paulista. Técnico: Vágner Mancini.

Tubarão: Luiz Carlos; Weriton, Lucas Costa, Gerson e Vitão; Guilherme Andrade, Paulo Vinícius e Daniel Costa; Marcos Paulo, Rafael Ratão e Valdo Bacabal. Técnico: Waguinho Dias.

Hoffenheim
Clique na imagem para acessar o site
Derlei Alex Florianovitz (49 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta