Notícias

+ Esportes

Campeonato Brasileiro Série D: as novidades do Tubarão para a competição

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Em 12 anos de história, esta é a primeira participação do clube na competição

Após o término do Campeonato Catarinense da Série A, em que o clube terminou na terceira posição – tendo a melhor campanha da história e de quebra conquistando a vaga para a Copa do Brasil de 2019 – as atenções no sul do estado se voltam para o Campeonato Brasileiro da Série D, considerada como uma competição histórica, pois é a primeira participação do clube na quarta divisão nacional.

Chegadas e partidas:

Matheus Barbosa tem contrato de empréstimo, com opção de compra até o final da Série B do Brasileiro. Foto: Rodrigo Polidoro / Mix Mídia

Com o terceiro lugar no estadual, o assédio com o elenco tricolor foi expressivo. Ao todo, cinco jogadores não fazem mais parte dos planos do tricolor tubaronense nesta temporada.

Entre os jogadores, estão: volante Matheus Barbosa, que foi emprestado para o Avaí; o volante Liel, que foi emprestado ao Criciúma, o meia Daniel Costa que assinou contrato com o Figueirense; o lateral-direito Marcos Vinicius que vai vestir agora a camisa da Chapecoense e o centroavante David Batista, que não renovou com o clube para a sequência da temporada. Além destes jogadores, o lateral-esquerdo Marlon e o atacante Índio, que estavam emprestados, retornam ao Figueirense.

Com as ausências destes jogadores, a diretoria tricolor foi ao mercado e ao todo, contratou sete jogadores para comporem o elenco do tricolor da Vila Oficinas. Para o ataque, chegam Fio e Laércio. O meio-campo ganha dois nomes: o volante Daniel Pereira e o experiente meia Branquinho. Para a defesa, três jogadores: o lateral-direito Grafite, o lateral-esquerdo Tsunami e o zagueiro Jorge Miguel.

O atacante Fio e o zagueiro Jorge Miguel chegam da Votuporanguense. O primeiro tem 30 anos e o segundo tem 27. O volante Daniel Pereira tem 28 anos e estava no Uberlândia. Grafite de 30 anos vem da Penapolense. O lateral-esquerdo Tsunami é o mais novo dos reforços: tem 22 anos e veio do Remo do Pará.

Conhecido como Laércio “Carreirinha”, o atacante tem 28 anos e vem do Prachuap da Tailândia. Por último, o experiente meia Branquinho, de 35 anos, com passagens por Bahia e Atlético Paranaense, é considerado pelos torcedores e pela imprensa tubaronense como a contratação mais badalada feita pelo clube, substituindo o então camisa 10 Daniel Costa. Branquinho estava jogando também na Penapolense.

Na tarde desta quarta-feira (10), foram apresentados no estádio Domingos Silveira González em Tubarão, o zagueiro Jorge Miguel e o lateral-direito Grafite.

O zagueiro Jorge Miguel, se mostrou contente pela oportunidade.

“Espero fazer um grande trabalho, agradeço a confiança depositada em mim pela diretoria. A torcida pode esperar muita vontade, garra e determinação da minha parte. O clube nos oferece todo suporte necessário para fazer uma boa campanha na Série D, que é uma competição muito difícil” – salienta Jorge.

É a primeira passagem de Grafite pelo futebol de Santa Catarina. Foto: Assessoria de Imprensa/CA Tubarão.

O lateral-direito Grafite, de 30 anos, jogará pela primeira vez em Santa Catarina. O jogador já atuou com William Mineiro e Daniel Costa e se surpreendeu com a boa estrutura que o Peixe oferece aos atletas.

“Assim como os clubes buscam informações dos jogadores, os atletas também conversam entre si para saber mais sobre os times. Conversei com alguns colegas e todos falaram muito bem da equipe. Não são por acaso as boas campanhas que o Tubarão está realizando. A estrutura que o clube nos oferece é excelente” – afirma Grafite.

Tubarão na Série D:

Equipe estreia em casa, contra o Cianorte no dia 22 de abril. Foto: Assessoria de Imprensa / CA Tubarão.
A equipe tubaronense está no Grupo A16, que é composto ainda por Cianorte, Novo Hamburgo e Ferroviária.

O Tubarão estreia no dia 22 de abril, em casa, contra o Cianorte. No dia 29, enfrenta o Novo Hamburgo no estádio do Vale, no Rio Grande do Sul. No dia seis de maio, o tricolor fecha o turno contra a equipe da Ferroviária no estádio Domingos Silveira González, no sul do estado de Santa Catarina.

São 68 equipes espalhadas por todas as regiões do país divididas em 17 grupos de quatro equipes cada. As 17 melhores equipes e os 15 melhores segundos colocados de cada grupo avançam para a segunda fase.

Os semifinalistas da competição conquistam o acesso à Série C de 2019. A final em jogos de ida e volta estão previstas para os dias 29 de julho e cinco de agosto.

Tubarão na Seleção do Campeonato Catarinense:

Jogadores, comissão técnica e presidente Luiz Henrique Martins Ribeiro são indicados para a premiação dos melhores do estadual. Foto: Instagram/CA Tubarão.

A terceira posição no Campeonato Catarinense rendeu ao Tubarão, pelo menos, cinco indicações para a Seleção do Campeonato Catarinense promovido pelo Top da Bola que é coordenado pelo Instituto Mapa, em pesquisa feita por meio da votação de narradores, comentaristas e repórteres de jornais, portais e das emissoras de rádio e TV que cobrem os jogos do Estadual.

Entre os indicados estavam o lateral-direito Marcos Vinicius, que ganhou medalha de bronze, o meia Daniel Costa, que faturou a medalha de ouro na premiação, o técnico Waguinho Dias, que conquistou a medalha de bronze, o preparador físico Agenor Junqueira, que também conquistou a medalha de bronze, assim como o presidente da SPE Clube Atlético Tubarão Luiz Henrique Martins Ribeiro.

O meia Daniel Costa ainda ficou com a medalha de bronze na indicação de craque do campeonato e foi escolhido pelo público como o “Craque da Galera”.

O evento aconteceu na noite desta segunda-feira (10), no auditório do Continente Park Shopping, em Florianópolis e contou a presença dos dirigentes dos dez clubes participantes do estadual, além de jogadores e membros da imprensa.

 

 

Jean Cardoso (53 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta