Notícias

Futebol Internacional

A caminhada do Dortmund para conquistar a Europa

Dortmund

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Veja cada capítulo da conquista auri-negra da UEFA Champions League de 96/97

Naquela temporada, o Borussia Dortmund comandado por Ottmar Hitzfeld vinha de uma sequência de quatro títulos em dois anos, 2 Supercopas Alemãs e dois títulos da Bundesliga, conquistados seguidamente em 1995 e 1996. Mas uma temporada depois, os auri-negros chegaram a conquistar a glória que seria mais do que o esperado pelos seus torcedores: O título da Liga dos Campeões da Europa.

Com um esquadrão de jogadores como Matthias Sammer e Lars Ricken, o clube do Vale do Ruhr foi com tudo na Champions daquela temporada. Na fase de grupos, o Dortmund pegou o Atlético de Madrid de Simeone, o Steaua Bucareste, e o Widzew, da Polônia. A estreia da equipe foi com uma vitória por 2 a 1 contra o Widzew, em casa, com dois gols de Herrlich. Mas o grande triunfo naquela fase, foi a vitória por 1 a 0 conquistada contra o Atlético de Madrid no Vicente Calderón, o marcador naquela ocasião foi o lateral-direito Reuter.

Equipe do BVB pela Champions League (Foto: Bongarts/Getty Images)

Depois de passar em segundo no grupo, o adversário nas quartas de final foi o Auxerre, da França. No jogo da ida, Riedle, Schneider e Möller marcaram na vitória por 3-1. Na volta, Lars Ricken sacramentou a vitória por 1 a 0.

Nas semifinais, um duelo dificílimo estava por vir, o Borussia tinha pela frente o Manchester United, de Beckham, Giggs e Cantona. Ambos os confrontos foram muito complicados, como era o esperado. No jogo de ida, um chutaço de Tretschok aos 31 minutos do segundo tempo sacramentou a vitória por 1 a 0 do Dortmund. Em Manchester, as abelhas de Dortmund venceram também por 1 a 0, com gol de Lars Ricken, em uma partida onde a defesa auri-negra brilhou como nunca, sendo capaz de segurar os Red Devils em casa.

Riedle comemora seu gol na final da Champions (Foto: Bongarts/Getty Images)

Finalmente chegou a final, no estádio Olímpico de Munique, Borussia Dortmund e Juventus se enfrentavam. O Dortmund de Hitzfeld foi a campo com: Klos; Reuter, Sammer, Kohler, Kree, Heinrich; Lambert, Paulo Souza, Möller; Riedle e Chapuisat. Do outro lado, a Juventus, comandada por Marcello Lippi vinha a campo com Peruzzi; Porrini, Ferrara, Montero, Iuliano; Deschamps, Di Livio, Jugovic, Zidane; Vieri e Boksic. E a partida iniciou-se, pouco depois da metade do primeiro tempo, mais precisamente aos 29 minutos, Karl Heinz Riedle fez a festa do lado amarelo do estádio, o placar estava aberto, 1 a 0. Cinco minutos depois, Riedle viria a marcar outro gol, ampliando a vantagem do Dortmund sobre a Juve, 2 a 0, e assim se encerrava a primeira etapa.

No segundo tempo, a Juventus voltou pressionando, e, aos 20 da segunda etapa, Del Piero conseguiu diminuir o jogo para o clube de Turim. A torcida do Borussia Dortmund começava a ficar apreensiva, sabendo que poderia tomar o empate, visto que o adversário iria pressionar bastante depois do gol. Tendo isso em vista, Ottmar Hitzfeld decidiu pôr sangue novo no ataque, retirou Chapuisat e colocou Lars Ricken no jogo. No lance seguinte, o Dortmund tinha um contra-ataque, Ricken foi lançado em profundidade, percebeu o goleiro Peruzzi adiantado, e mandou por cobertura um pouco antes da entrada da área, era o gol que sacramentava a vitória do Borussia, era o gol do primeiro e único título de UEFA Champions League da história do clube, que é lembrado por sua apaixonada torcida até hoje.

www.camisasdeclubes.com
Clique na foto para acessar o site
Leonardo Lucas (32 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta