Notícias

Volei

Brasil perde para a Turquia e vai disputar o terceiro lugar na VNL

BrazilteamdiscusstheirtacticsduringtheBrazilvsTurkeysemifinalinNanjingChinaonJune302018

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Brasil joga mal, Turquia atua muito bem e seleção vai para a disputa do terceiro lugar na China

(Foto: Reprodução / FIVB)

Recepção ruim, levantamento ruim, ataque ineficiente. Essa foi a tônica do jogo brasileiro nesta madrugada em Nanquim, na China. Com uma derrota por 3×0 sets, parciais de 25×23, 25×23 e 25×22, o Brasil perde e vai disputar o terceiro lugar na Liga das Nações Feminina.

Agora as duas seleções aguardam para saber os seus adversários que sai entre o jogo de EUA x China. A Turquia chega a uma inédita final que nem na época de Grand Prix havia conseguido e enfrenta o vencedor dessa outra semifinal. O Brasil encara o perdedor.

Após um primeiro set em que a seleção começou bem, parecia que o jogo iria fluir ao favor brasileiro, porém, em sua metade começou um grande dilema na recepção, que desconcentrou totalmente as meninas do Brasil e terminou com o desequilíbrio no final do set.

O segundo e o terceiro set foram bem parecidos. Logo no início, as turcas abriram larga vantagem e só precisaram administrar durante o set. Com um coletivo muito inspirado, ficou difícil para um Brasil visivelmente tenso virar o jogo.

Turquia arrasou coletivamente

(Foto: Reprodução / FIVB)

Para comprovar a sua imensa qualidade, Giovanni Guidetti deu um show nesta partida. A seleção turca, que é muito bem comandada pelo treinador, entrou em quadra com o Brasil bem estudado. Os saques encaixados, ótimo posicionamento em quadra e a confiança bem acima das brasileiras.

Com uma recepção praticamente perfeita, grande atuação da líbero Akoz, a Turquia deixou as bolas na mão da levantadora Ozbay, que brincou nas distribuições de bola e pôs todo coletivo para funcionar.

A oposta Meryem Boz e a ponteira Hande Baladin foram as maiores pontuadoras da Turquia com 14 pontos. As centrais foram muito participativas no jogo e em fundamentos diferentes. Erdem foi muito mais eficiente no ataque, virou 10 bolas. Gunes mandou bem no bloqueio, conseguiu 4 na partida.

Zé Roberto insistiu no erro

(Foto: Reprodução / FIVB)

Durante a partida o treinador brasileiro tentou fazer algumas mudanças. No segundo set ele tirou Amanda e colocou Rosamaria. No último colocou Carol no lugar de Adenízia. Mas nada disso fez com que a seleção conseguisse se superar para virar o jogo.

Diferente das outras atuações nessa fase final, nesta partida a levantadora Roberta pecou nos levantamentos, muito devido a recepção que foi muito ruim. Um dos poucos pontos positivos na partida foi a ponteira Gabi, melhor atleta brasileira em quadra.

Com a experiente Jaqueline no banco, o treinador brasileiro pouco utilizou a ponteira, que já atuou como líbero nesta competição. Rosamaria foi a escolhida para entrar no lugar de Amanda quando as coisas apertavam, porém, a ponteira reserva não acrescentou na qualidade da recepção.

Outro ponto a ser explorado poderia ser a entrada de Macris. Mesmo não sendo culpa exclusiva de Roberta, mas a levantadora titular não estava bem nem na qualidade dos levantamentos e nem nas distribuições de bola, que foi muito limitada devido aos passes não chegarem na mão.

Jogadoras falaram após a derrota

Depois de perder de maneira dura para a Turquia, as jogadoras falaram na saída de quadra para o repórter Bruno Côrtes do canal SporTV.

Suellen: “Nada funcionou. Tudo o que a gente conseguiu impôr ontem na China não funcionou”.

Tandara: “Não sei o que acontece. Entramos confiante, fizemos uma partida sensacional na fase preliminar contra elas, matamos tudo e hoje elas mataram tudo. Acredito que temos que virar a ficha e amanhã buscar a vitória. Me senti muito mal porque hoje me senti impotente nessas viradas de bola. Faltou um pouco pra mim”.

Gabi: “A gente jogou muito abaixo. Nosso esquema não funcionou. Nosso saque não foi muito bem. Mérito da equipe delas. Guidetti é um grande técnico e armou muito bem a equipe. Tivemos dificuldade na recepção, nossas centrais não foram bem. Em vários momentos não tivemos agressividade”.

Carol: Tudo é um aprendizado. A Turquia jogou muito bem. Elas usaram a nossa arma, atacar nos dedos e sacar bem. Disputar um bronze é bom, esse é o nosso primeiro campeonato na temporada. A gente ganha entrosamento, pé no chão e aprendizado com isso.

 

Esportes Mais

Facebook

 

Joao Pedro (141 Posts)

Estudante de Jornalismo na Instituição IBMR Barra, Rio de Janeiro.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta