Notícias

Sem categoria

FABR: Brasil derrota Argentina em clássico histórico

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

“Isso aqui é o que? Brasil!”

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas praticando esportes e atividades ao ar livre
(Foto:Thaina Monteiro-Facebook)

Foram após essas palavras que a equipe Brasil Onças entrou em campo diante de um Mineirão cheio de torcedores apaixonados para enfrentar a Argentina Halcones pela primeira vez na história do Futebol Americano. A partida foi disputada no último sábado (16), com a nossa seleção saindo vitoriosa pelo placar de 38 x 0.

A única coisa que não deu trégua nesse jogo foi a chuva. Pois a seleção jogou todos os quartos com a mesma intensidade e vontade. Orgulhando os torcedores presentes no estádio, e a quem acompanhou a partida pela ESPN.

1º Quarto:

O Brasil começou a partida com tudo. Forçando um punt dos hermanos e anotando uma corrida longa logo na primeira jogada ofensiva. Mas acabou devolvendo a bola aos Halcones após uma sequência de faltas e tentativas sem sucesso de conseguir uma primeira descida. Após uma sucessão de fumbles a nossa seleção ficou com a bola na linha de 4 jardas. E acabou abrindo o marcador graças a um touchdown do RB Luis Eduardo “Maranhão”. Com o Extra Point convertido pelo K Diego Aranha o placar marcava 7 x 0.

A defesa dos Onças continuou dominando o ataque argentino. E forçou outro Punt da equipe, porém o ataque não converteu a oportunidade e devolveu a bola após um passe incompleto em quarta descida. Os Halcones pareciam esboçar uma reação após boa corrida do WR Federico Poy. Mas a defesa brasileira tratou de acabar com essas expectativas e novamente anulou o adversário.

2º Quarto:

O segundo quarto começou com uma ótima corrida do RB Romulo Ramos “R40”. Que deixou a seleção a menos de 15 jardas da end zone. Poucas jogadas depois apareceu a estrela do jogo novamente, o RB “Maranhão” correu para o se segundo TD do jogo e do Brasil. Mais um Extr Point convertido, e o placar era 14 x 0.

A defesa continuou dominando o ataque adversário. Dando poucos espaços para corridas e chegando muito perto de interceptar o QB Francisco López. Levando os argentinos a devolver a bola novamente através do Punt. O Ataque voltou a atravessar o campo com boas corridas e passes até que o RB “R40” sofreu um fumble e a bola ficou com os Halcones.

Logo na primeira jogada após o fumble. O DE Edilson Asevedo “Jow” sacou o QB dentro da end zone para forçar o primeiro Safety da partida, deixando o placar 16 x 0.  Depois, Brasil e Argentina fizeram drives sem sucesso para concluir o primeiro tempo.

(Foto:Thaina Monteiro-Facebook)

3º Quarto:

Brasil começou com a bola no segundo tempo e não conseguiu um first down devido a faltas que deixaram o time longe. A defesa entrou em ação novamente ao pressionar o adversário e parar uma tentativa de fake punt dos argentinos, colocando o ataque em boa posição de campo. A chuva acabou sendo mais eficaz em parar o Brasil do que o adversário, dificultando a posse de bola e forçando erros que levaram o time a precisar chutar um Punt novamente.  Após um ótimo Punt que deixou os argentinos encurralados, a defesa dos Onças forçou o segundo Safety da partida ao pressionar o QB para fora da End Zone, deixando o placar 18 x 0.

Devido ao Safety o ataque brasileiro recebeu a bola de volta e logo aumentou o placar, com o RB “Maranhão” correndo quase 50 jardas para marcar seu terceirdo TD na partida. E O placar contava 25 x 0 após mais um Extra Point convertido.

Logo na primeira jogada depois do TD, o ataque argentino sofreu mais um fumble e deixou o Brasil próximo de marcar novamente. Com o QB Rodrigo Dantas em campo os Onças conseguiram seu primeiro touchdown aéreo após um bom passe para o FB/TE Everton Antero “Pingo”.

4º Quarto:

Com o jogo decidido o time da Argentina parecia jogar para acabar logo a partida. Buscando apenas correr com a bola e deixar o relógio correr, mas o Brasil tinha outro planos. A defesa continuou jogando com a mesma vontade e agressividade do começo da partida enquanto o ataque ainda buscava pontuar. O melhor lance da partida aconteceu nesse quarto, quando o Brasil se via em terceiro para longo na sua linha de 10 jardas, após um sack do QB Dantas e uma falta. O RB Branco Menezes, único integrante da seleção que joga na Liga Nacional (divisão de acesso do campeonato brasileiro). Correu 90 jardas para marcar o último touchdown da partida. Após o Extra Point ter sido bloqueado o placar lia 38 x 0.

Lesão e Homenagem:

Nem tudo são flores nesse esporte. No primeiro ataque da seleção brasileira o WR Guilherme Meurer sofreu uma lesão séria no ligamento do tornozelo e saiu de ambulância da partida. O Mineirão também foi palco de homenagem ao atleta Hudson Quedma, da equipe Piratas da Serra (MG), que faleceu após lutar contra um câncer.

Opinião de quem estava lá:

Eu estive no Mineirão para assistir a partida e fiquei surpreso com o quão bem organizado estava o evento. Tinha lojas de futebol americano onde você poderia comprar camisas e acessórios do Brasil Onça. Além de food trucks saborosos e toda a segurança necessária para o evento. Foi um marco para o Futebol Americano no Brasil dentro e fora de campo!

Confira Também: Top 10 da semana 14 da NFL

Andre Dela Torre (11 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta