Notícias

Matérias Especiais

Boca perde artilheiro e vai à Rosario para quebrar tabu de 2 anos

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Boca Juniors perdeu o seu aproveitamento de 100% diante do Racing, e mais que isso, perdeu o seu artilheiro Benedetto por 6 meses

A semana Bostera não foi nada boa. Após perder a sua invencibilidade na Bombonera para o Racing, o Boca Juniors tbm não terá Benedetto por aproximadamente 6 meses.

Guillermo Barros Schelotto terá dores de cabeça para achar um substituto a altura do Pipa, pois Bou e Benítez quando entraram não foram tão bem como Bene.

Mas não é só Benedetto o único problema, o Boca Juniors também já estar algumas rodadas sem seu principal meio campista Fernando Gago, porém nessa função Nahitan Nández vem desempenhado-a muito bem. Talvez, o torcedor não veja a mesma qualidade de Gago, mas não há o que discute das apresentação de Nahitan, incluindo um golaço no Superclássico.

Cardona
Cardona volta ao time após cumprir suspensão

Enfim uma luz no fim do túnel

Uma coisa positiva que Guillermo terá nessa partida será a volta de Edwin Cardona. O meia que foi expulso na partida contra o River Plate, está de volta ao time titular para enfrentar os canallas.

Cardona vem sendo muito importante nesse início de campeonato para os bosteros, apesar de já conter duas expulsões,  o meia vem fazendo boas apresentações e anotou um golaço no Monumental de Nuñez.

Leonardo Jara, que foi duvida durante a semana, treinou e foi relacionado para o duelo.

Boca não consegue recorde
Boca não conseguiu igualar o River

Boca Juniors não conseguiu igualar recorde de seu rival 

Com o resultado negativo diante do Racing no domingo (20), o Boca Juniors não conseguiu igualar o River Plate de 1991, que teve um excelente início de torneio com nove vitórias consecutivas.

Mas nada que desanime o torcedor Xeneize e o elenco, os bosteros continuam seguro e com ótima vantagem na liderança, tendo seis pontos para o segundo colocado San Lorenzo.

Boca e Rosário
Boca não vence Rosário há 2 anos

Canallas, uma pedra no sapato Xeneize

Se formos olhar pelo retrospecto de dezessete anos para cá, podemos dizer que o Boca leva vantagem e que não há pedra no sapato Xeneize. Nesses últimos anos, são 14 vitórias Xeneizes, 9 Canallas e 8 empates.

Só que há 2 anos, desde aquela final cheia de polêmicas vencida pelo Boca na Copa Argentina, o Rosário Central talvez seja o time que mais tenha “atrapalhado” o Boca, se é que podemos dizer aqui. O Rosário eliminou o Boca das duas últimas copas, inclusive desse ano, e conseguiu o empate na Bombonera no ano passado, além de que no mesmo ano de 2015, aplicou um 3 a 1 para cima dos bosteros.

Clique na imagem para acessar o site

 

Enzo Matheus (126 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta