Notícias

Futebol Internacional

Atlético de Madrid: a caminhada até Milão

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A esquadra de Simeone surpreende o mundo e disputa no San Siro a taça de Campeão

Defensor absoluto

Com a primeira fase da Liga dos Champions 2015/16, o Atlético de Madrid , definido por sorteio fica no grupo C, juntamente com o Benfica de Portugal, o Galatasaray da Turquia e o estreante Astana.

Pedra no sapato dos grandes favoritos nas últimas edições da UCL, os colchoneros comandados por Diego Simeone, venceram quatro dos seis jogos disputados, empatando um e sofrendo apenas uma derrota no torneio, para o Benfica, no Vicente Calderón.

Além da classificação em primeiro no grupo, o Atlético mostrou logo na fase de grupos a força que teria sua defesa no decorrer da competição, sofrendo apenas três gols durante todos os seis duelos.

Dramaticidade nas oitavas

Com a liderança do grupo C, o Atlético encarrou o PSV Eindhoven pela primeira fase mata-mata da competição europeia.

No primeiro duelo na Holanda, as duas equipes não saíram do 0 a 0, levando a decisão da vaga para o Vicente Calderón, o confronto entre duas defesas bem postadas dando pouco espaço para os adversários, não podia sair diferente.

Na casa dos colchoneros, o placar da Holanda voltou a se repetir, o 0 a 0 no tempo normal levou a decisão para a prorrogação e com o placar persistente as equipes decidiram a ida para as quartas nos pênaltis.

Em disputas incessantes, holandeses e espanhóis duelavam a cada cobrança pela a classificação, após um pênalti desperdiçado pelos holandeses, coube ao francês colchonero, Juanfran, converter a cobrança e garantir o Atlético mais uma vez entre os melhores do torneio.

Triunfo sobre o Campeão
Após passar pelo PSV, os colchoneros tiveram pelo frente o campeão da última edição da Champions, os catalães comandados por Luiz Enrique, equipe a ser batida nesta temporada.

O Camp Nou foi o palco do primeiro duelo entre os espanhóis nas quartas, com a sua muralha defensiva erguida, o Atlético de Madrid abriu o placar na casa do adversário, mas usando de sua principal arma, o Barcelona conseguiu vencer o primeiro duelo com os colchoneros, por 2 a 1.

Com a classificação indefinida, Simeone e seus comandados fizeram valer seu poderio dentro do Vicente Calderón e pressionaram os rivais espanhóis até conseguirem abrir o placar, com a vitória simples dentro de casa, tendo marcado um gol na casa do adversário, os colchoneros estavam surpreendendo o mundo e eliminando a “imbatível equipe catalã”.

Regidos por Simeone, o Calderón pulsava e em um contra ataque avassalador, a equipe “rojiblanca” só foi parada por Iniesta, que acaba ocasionando um pênalti em favor dos donos da casa, a cobrança é convertido por outro baixinho, o atacante francês, Griezmann, que marca pela segunda fez no duelo, encaminhando os colchoneros as semifinais.

Mais um gigante cai perante a esquadra de Simeone

Tendo eliminado o favoritíssimo Barcelona, o Atlético teve pela frente, outra forte equipe, os Bávaros comandados por Pepe Guardiola, eram os adversários da equipe colchonera nos confrontos rumo a grande final no San Siro. Carrasco do Atlético de Madrid na primeira final de Liga dos Campeões do clube espanhol, o Bayern estava novamente no caminho do Colchoneros.

No primeiro jogo, disputado no efervescente Vicente Calderón, os donos da casa abriram o placar com um belo gol do meio campista, Saúl, o Calderón presenciou um duelo de encher os olhos entre espanhóis e alemães, porém, mostrando a força de sua zaga e contando com a boa fase de seu goleiro, Oblak, o Atlético conseguiu segurar o ataque encantador da equipe de Guardiola.

Em uma semifinal dramática, com direito a duas penalidades desperdiçadas no segundo jogo pelas duas equipes, a esquadra de Simeone mesmo perdendo por 2 a 1 na Alliaz Arena, passou pelo Bayern e garantiu vaga em sua terceira final de Liga dos Campeões.

Terceira tentativa pela “orelhuda” européia

O Atlético chega pela terceira vez à disputa pela taça da Liga dos Campeões em toda sua história, a segunda na era de Diego Simeone no comando da equipe, e novamente encontra seu arquirrival Real Madrid como adversário.

Com uma caminhada histórica até Milão, os colchoneros que ainda não tiveram o prazer de erguer a taça mais cobiçada da Europa, enfrentaram dois grandes favoritos ao título da Liga dos Campeões e superaram as mesmas para poder duelar no San Siro.

A equipe rojiblanca, relembra neste sábado a final de 2014, onde perdeu o título aos 93 minutos paras os galácticos, desta vez o Atlético espera no San Siro, mudar o final desta história e conquistar o título inédito para o clube.

Barcelona
Clique na imagem para acessar o site
Milenna Paulino (146 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta