Notícias

Futebol Internacional

Árbitro explica não aplicação da regra em homenagem à Chapecoense na Holanda

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Após brasileiro Nathan tirar a camisa, árbitro usa bom senso e não aplica cartão amarelo

No último sábado (03), a equipe do Vitesse venceu o Zwolle por 3 a 1, em duelo válido pelo Campeonato Holandês.

Autor de um dos gols da partida, o brasileiro Nathan, ex-Atlético Paranaense, tirou a camisa na comemoração e homenageou a equipe da Chapecoense. Jochem Kamphuis, árbitro da partida, não puniu o brasileiro com o cartão amarelo, como manda a regra, usando o bom senso.

No domingo (04), Kamphuis concedeu entrevista ao jornal The Telegraaf e explicou o motivo de não punir o brasileiro.

“Eu teria que dar o amarelo nessa circunstância, eu vi que ele tirou a camisa. Estava ciente de tudo que tinha acontecido, que ele perdeu amigos nesse desastre terrível. Então fingi que nem vi”, afirmou o juiz, que se fez de desentendido.

“Decidi me virar e ir para o outro lado do campo. Foi um acontecimento tão terrível, e é tão especial para o jogador que marca um gol poder homenagear seus amigos. Acho que essa foi a melhor decisão que eu pude tomar”, acrescentou Kamphuis, cuja decisão foi elogiada pela Federação Holandesa de Futebol.

A equipe do Vitesse é a oitava colocada no Campeonato Holandês com 20 pontos conquistados, já o Zwolle é o décimo sexto com 13 pontos.

Wesley Contiero (624 Posts)

Estudante de jornalismo, 23 anos, natural de Lins, Interior de São Paulo.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta