Notícias

Futebol Brasileiro

A gangorra Nordestina no futebol Brasileiro

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A agonia do futebol Nordestino e a incompetência anunciada

Eita,Nordeste da peste,
Mesmo com toda seca
Abandono e solidão,
Talvez pouca gente perceba
Que teu mapa aproximado
Tem forma de coração.
E se dizem que temos pobreza
E atribuem à natureza,
Contra isso,eu digo não.
Na verdade temos fartura
Do petróleo ao algodão.
Isso prova que temos riqueza
Embaixo e em cima do chão.
Procure por aí a fora
“Cabra” que acorda antes da aurora
E da enxada lança mão.
Procure mulher com dez filhos
Que quando a palma não alimenta
Bebem leite de jumenta
E nenhum dá pra ladrão
Procure por aí a fora
Quem melhor que a gente canta,
Quem melhor que a gente dança
Xote,xaxado e baião.
Procure no mundo uma cidade
Com a beleza e a claridade
Do luar do meu sertão.

(Luiz Gonzaga de Moura)

Nordeste

 

 

O orgulho do nordeste e de ser nordestino que Luiz Gonzaga trás em sua obra, não se aplica totalmente dentro do futebol nordestino atualmente. Com o final da temporada de 2017 chegando, fica evidente a incompetência de alguns clubes nordestinos que seguem decepcionando em suas campanhas nacionais.

O futebol nordestino encontra-se em profunda tristeza ao ver duas de suas principais equipes se afundarem no sub-mundo do futebol nacional, equipes tradicionais como Santa cruz e Náutico fazem campanhas vergonhosas na medíocre (de qualidade média) série B do campeonato Brasileiro e acabam caindo pra serie C, juntamente com outra equipe nordestina, o ABC de Natal é uma das principais equipes do Rio Grande do Norte e deixa a serie B, demonstrando assim a total incapacidade dos dirigentes e das federações locais em gerir com qualidade seus clubes.

Rebaixamento em todas as divisões

Na serie A do campeonato Brasileiro a briga é um pouco mais acirrada, entretanto há a possibilidade real de que dois times nordestino possam figurar na série B de 2018 em virtude de uma despromoção do atual campeonato, o Sport maior candidato nordestino a queda até o momento, vive uma fase muito ruim, vindo de uma fraca campanha recente onde acumula cinco derrotas e quatro empate nos últimos nove jogos  e assim como o Leão pernambucano, o Leão Baiano vive a expectativa das ultimas rodadas do Brasileirão, com a pior campanha em casa de sua história com apenas três vitórias em treze jogos, o Vitória é um dos candidatos ao rebaixamento.

A tristeza dos Pernambucanos

O futebol Pernambucano, com seus clássicos, seus grandes times, seus títulos nacionais, seus verdadeiros caldeirões de outrora não existe mais, a força da torcida do Sport quem mostrou recentemente(2008) ao Brasil a força do seu Kazá, a apaixonante torcida coral do Santa Cruz e a força do Náutico nos aflitos, ficaram na memória, Sucessões de erros coletivos, um campeonato que acabou tardiamente, montagens de elencos fracos, problemas financeiros, brigas politicas e um resultado que já era de se esperar, acabou afundando o futebol de um dos estados mais fortes do nordeste.

Náutico: A equipe Alvirrubra Pernambucana, fez exatamente aquilo que não se deve fazer quando o assunto é rebaixamento, com incríveis quatro presidentes ao longo do ano, cinco técnicos, cerca de 50 jogadores contratados, rodando 80% do time durante a serie B. frequentando a zona da degola desde a segunda rodada do Brasilierão serie B, a equipe sequer deu demonstrações que pretendia brigar contra a iminente queda. tendo como principal motivo para a queda a eterna briga politica, onde se busca mais apreço pela vaidade individual do que a montagem de uma equipe de futebol com base no profissionalismo, findando assim com a tragedia anunciada ao longo do ano.

Santa Cruz: A situação financeira da equipe tricolor é absolutamente delicada, devendo quatro meses de salario aos funcionários, o time se viu novamente em uma situação que não pode de hipótese alguma acontecer com um instituição seria do porte do time Pernambucano. Grafite o principal nome da equipe no momento foi o responsável por tirar dinheiro do próprio bolso para ajudar a equipe, que sofre também com problemas políticos, tendo a continuidade ao longo dos últimos anos o mesmo núcleo politico, situação que deve se encerrar em 2018 e poderá o Santa Cruz sonhar com vôos mais altos nos próximos anos.

O que era pra ser a temporada dos sonhos, virou pesadelo na ilha

Sport: Não diferentemente de seus rivais, o rubro negro Pernambucano vive um problema que se resume ao campo, somente dentro das quatros linhas esta equipe preocupa seus torcedores, já que vive um momento muito quanto a gestão, seja nas finanças, na política, tem uma das melhores estruturas do norte-nordeste, conta com atletas de alto nível e tem no seu elenco um jogador que é constantemente convocado para a seleção Brasileira.

Entretanto a equipe começou o ano sabendo que participaria de cinco competições, Campeonato pernambucano, Copa do Nordeste, Copa do Brasil, Campeonato brasileiro e Copa Sul-americana, a equipe disputou a final do copa do Nordeste junto com o Bahia e em momento nenhum se aproximou do titulo, saiu precocemente da Copa do Brasil onde gerou-se uma certa expectativa por parte da torcida, sagrou-se campeão pernambucano sobre o Salgueiro ainda que tardio, por erro da organização da federação Pernambucana que alongou a competição até o final de junho.

Quase foi mas não foi

Começou bem o Campeonato Brasileiro, sob o comando de Wanderley Luxemburgo a equipe parecia que ia decolar, esteve inclusive boa parte da competição brigando por uma vaga na libertadores, e quando se esperou que o desempenho melhorasse em virtude da diminuição de competições aconteceu o que menos se esperava, a equipe caiu de produção o que culminou com a demissão de Luxemburgo, eliminação vergonhosa para o Junior, equipe de Barranquila (Colômbia), a equipe agora conta com os serviços de Daniel Paulista para tentar escapar da degola, escutou recentemente um “Não” do técnico Guto Ferreira, que acabou de ser demitido do Internacional.

Fracasso também com os pequenos

Fracasso nas divisões inferiores, com o Salgueiro sendo eliminado na primeira fase, ficando apenas com a quinta posição da fase de grupos da Serie C, e na serie D, o Central, América-PE e Atlético-PE também foram eliminados em seus grupos, sem que conseguissem sequer ficar entre os dois primeiros, com destaque negativo pro Central que foi o lanterna do seu grupo na Série D.

Resultado de imagem para futebol pernambucano

Vitória e seu perverso fracasso

Não é Pernambucano, mas está em uma situação muito pobre é o Vitória da Bahia, a equipe montou um time no inicio da temporada com nomes que causaram impactos, contratações como Cleiton Xavier e Jesus Datolo acabaram iludindo o torcedor Rubro negro, que acreditavam em uma campanha sólida na temporada 2017.

Mas não foi isso que aconteceu, com um fraco campeonato campeonato baiano a equipe conseguiu erguer o troféu sem convencer e vendo o seu maior rival sagrar-se campeão da copa do nordeste, o time chega no Brasileirão mui instável e oscilando entre grandes partidas longe de salvador e partidas fraquíssimas no Barradão, a troca de técnico, trazendo um velho conhecido da torcida trouxe uma gota de esperança pra equipe que andou por muitas rodadas dentro da zona, nos últimos jogos a equipe demonstra alguma força que pode ser capaz de evitar o pior, nomes como Trellez e Neilton começam a se mostrar importante na fuga contra o rebaixamento.

Cabras da Peste

Na contramão das equipes acima, vêm alguns outros que trazem orgulho a região, clubes como Bahia, Ceará, Fortaleza, Sampaio Correa e CSA, fazem a festa na região. O Ceará com um iminente acesso para Série A, deve seguir a trajetória de CSA, Sampaio Correa e Fortaleza, equipes que conquistaram o acesso para a Série B do campeonato Brasileiro, deixando pra trás o “inferno” da Série C, sem acesso mas não menos importante é a Campanha honesta que o Bahia faz na Série A, Deixando pra trás a briga pra escapar do rebaixamento, hoje o tricolor Baiano sonha com uma possível classificação para a Libertadores.

Sonhos grandes no Ceará

Fortaleza: O tricolor Cearense voltou a trazer a felicidade para o seu torcedor, com o titulo da Terceira divisão do campeonato Brasileiro, e uma promessa de grande ano em 2018 que começou a ser planejado logo após a Final da Terceirona, esta semana a equipe já se movimentou nos bastidores e anunciou a contratação do técnico Rogério Ceni para a próxima temporada, onde o Fortaleza deve buscar o acesso a elite do futebol Brasileiro.False

Ceara: A torcida alvinegra Cearense vive dias de glória, a situação é tão boa que a equipe possui quatro dos cincos maiores públicos da serie B, o time encaminhou na noite desta terça-feira (14) na arena castelão o acesso, ao vencer a equipe do Paysandu por 2-0, com um time bom para a disputa da serie B e faltando apenas duas partidas, virtualmente classificada, a direção começa a projetar o ano de 2018, onde a equipe deverá se reforçar para a disputa do campeonato Brasileiro e se depender do entusiasmo da torcida a equipe terá um 2018 melhor que o 2017.

O poderio do Bahia

Bahia: Hoje talvez esse seja o melhor time da região, atual campeão da Copa do Nordeste, a equipe Baiana faz um 2017 sem sustos, com alguma oscilação dentro do campeonato Brasileiro em virtude das escolhas equivocadas por parte da diretoria, que não escolheu bem um substituto para Guto Ferreira em sua saída no inicio da competição.

As passagens de Jorginho e Preto Casagrande, não deixaram saudades na torcida tricolor, o time se recuperou com a chegada do técnico Paulo Carpegiane que mudou o jeito da equipe de jogar, o time conta com grandes jogadores que vem se destacando dentro da competição, nomes como Edigar Junio, Zé Rafael, Jean e Renê Jr vem sendo especulados em outras equipes, inclusive em clubes Europeus.

O Bahia trava uma verdadeira guerra com outras equipes por uma vaga na Libertadores 2018 e com o futebol que vem apresentando recentemente o torcedor tem motivos para acreditar na concretização desse sonho.

Resultado de imagem para Bahia brasileirao 2017

Felipe Santos (7 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta