Notícias

Matérias Especiais

5 jogadores que estão surpreendendo nesse início de temporada da NBA

vucevic

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Confira as 5 maiores surpresas da temporada da NBA até o momento

A cada início de temporada da NBA surgem novos talentos ou até mesmo jogadores esquecidos voltam à tona. Isso se repete novamente neste ano, com jogares novos se destacando e outros se recuperando. Assim, os jogadores sempre estão procurando evoluir, mas quem são os jogadores que realmente mostraram tal evolução?

1- Nikola Vucevic (Pivô – Orlando Magic)

Temporada 2018/2019 – 20.8 ppg, 11.3 rpg, 3.7 apg, 1.1 spg, 1.0 bpg.

Temporada 2017/2018 – 16.5 ppg, 9.2 rpg, 3.4 apg, 1.0 spg, 1.1 bpg.

O inicio da temporada do pivô montenegrino pode ter surpreendido a maior parte das pessoas que acompanham a NBA, mas ele sempre foi um jogador muito consistente e que sempre está tentando fazer o necessário para o seu time vencer, algo que não tem sido muito fácil nos últimos anos para o time de Orlando. O que mais surpreende neste início de temporada do pivô é que ele não aumentou somente a média de pontos dele, algo que é mais fácil de ser notado, mas ele conseguiu, também, aumentar sua eficiência nos arremessos de dois pontos (+0.57%), de três pontos (+0.76%) e nos lances livres (0.29%).

 

vucevic texto
Jogador tem sido uns dos jogadores mais dominantes do garrafão. Créditos na imagem

 

O início da temporada bem promissor do Orlando Magic pode estar extremamente relacionado a performance magistral de seu pivô, mas também pelo resto do elenco que tem ajudado de forma inesperada. Se continuarem a jogar nesse nível, podem levar o Magic aos Playoffs da NBA pela primeira vez desde 2011/2012. Será que estamos vendo o Magic ressurgir depois de todos esses anos?

 

2- Derrick Rose (Armador – Minnesota Timberwolves)

Temporada 2018/2019 – 19.1 ppg, 3.4 rpg, 4.5 apg, 0.5 spg, 0.3 bpg.

Temporada 2017/2018 – 8.4 ppg, 1.4 rpg, 1.5 apg, 0.3 spg, 0.2 bpg.

O MVP da temporada 2010/2011 aparentemente está voltando a jogar tudo o que sabe. Após sofrer muito com lesões a sua carreira inteira, ele está conseguindo ficar saudável de uma forma consistente pela primeira vez em anos e, agora que ele está saudável, estamos tendo vários flashbacks do seu tempo com o Chicago Bulls por causa de algumas atuações memoráveis. O maior exemplo disso foi sua partida contra o Utah Jazz (31/10/18), quando ele conseguiu a melhor marca da carreira dele em pontos em um só jogo (50).

Ele voltar a jogar em alto nível não foi a única coisa que surpreendeu a todos, pois ele conseguiu melhorar o seu arremesso de longa distância, algo que antigamente não era o seu forte (média da carreira 0.305% – média da temporada 0.464%). Isso pode significar muito para o futuro de sua carreira, porque com um arremesso confiável de longa distância, ele não vai necessitar tanto de infiltrações e, com isso, o risco de lesões vai diminuir de forma exponencial.

 

r-rose
Derrick Rose enfim parece que recuperou seu basquete. Créditos na imagem

 

Outro ponto que está ajudando ele a voltar a jogar como no seu auge é o fato dele estar vindo do banco, pois, assim, ele enfrenta jogadores de um nível inferior ao que ele sempre teve que jogar. Além disso, é importante o fato dele ser um bom mentor para um time que é muito inexperiente e que muitas vezes sofreu gravemente por falta de uma liderança que realmente influenciasse as suas jovens estrelas.

 

3- Tim Hardaway Junior (Ala/armador – New York Knicks)

Temporada 2018/2019 – 23.3 ppg, 3.5 rpg, 2.9 apg, 1.0 spg, 0.1 bpg.

Temporada 2017/2018 – 17.5 ppg, 3.9 rpg, 2.7 apg, 1.1 spg, 0.2 bpg.

O filho do notável ex-armador Tim Hardaway finalmente está mostrando o porque os Knicks oferecerem um contrato tão volumoso (4 anos/ $70,950,000) para um jogador que, na época, era considerado mediano no máximo. Mas o que ele fez para finalmente conseguir mostrar de forma eficiente o seu talento na NBA?

A primeira coisa que conseguimos notar é que ele está jogando de forma mais agressiva no garrafão, o que está resultando em um maior número de faltas sofridas por jogo e, consequentemente, um aumento no número de lances livres que ele arremessa. Para um bom arremessador como ele, isso significa em pontos de forma facílima.

 

tim alguma coisa
Tim Hardaway Jr. tem sido um dos destaques dos Knicks na temporada. Créditos na imagem

 

Outro ponto importante para esse crescimento foi o aumento na eficiência em seus arremessos de longa distância em comparação a temporada passada (temporada passada 0.317% – temporada atual 0.371%). O mais impressionante nesse número é que sua eficiência subiu agora que ele tenta mais arremessos desta distância. A carreira do ala/armador tem sido muito consistente, mas se ele continuar a trabalhar em alguns aspectos do seu jogo que ainda são muito falhos, principalmente na sua defesa, ele ainda pode se tornar um jogador muito interessante.

4- Zach Lavine (Ala/armador – Chicago Bulls) 

Temporada 2018/2019 – 25.7 ppg, 5.4 rpg, 4.5 apg, 1.0 spg, 0.6 bpg.

Temporada 2017/2018 – 16.7 ppg, 3.9 rpg, 3.0 apg, 1.0 spg, 0.2 bpg.

A temporada do Zach Lavine era uma das mais difíceis de prever, mas, com certeza, ele tem superado qualquer expectativa que tinham sobre ele. Isso não é resultado apenas dos números espetaculares que ele tem conseguido, mas, também, por estar voltando de uma lesão muito séria (jogou apenas 24 jogos na ultima temporada) que botou muitas dúvidas sobre como seria a volta de um jogador tão atlético como ele.

 

zach
Zach Lavine tem se mostrado bem importante para os Bulls nesta temporada. Créditos na imagem

 

Mas o ala/armador do time de Chicago não melhorou tanto estatisticamente igual você normalmente esperaria. A maior prova disso é a queda em sua porcentagem dos arremessos de longa distância em 0.39% (de 0.341% para 0.302%), e esse aumento impressionante no número de pontos se deve a uma seleção melhor de arremessos de curta distancia e no aumento no número de lances livres cobrados. Isso é algo que deveria ter sido aproveitado desde o início da sua carreira, porque como ele é um cara muito rápido e ágil, os defensores muitas vezes vão ter que fazer a falta nele para tentarem impedir a infiltração. Entretanto, esse estilo de jogo também apresenta alguns riscos, sendo o maior deles o risco de lesões por ser um estilo mais físico de jogo.

5- Domantas Sabonis (Pivô – Indiana Pacers)

Temporada 2018/2019 – 14.6 ppg, 10.0 rpg, 3.3 apg, 0.6 spg, 0.6 bpg.

Temporada 2017/2018 – 11.6 ppg, 7.7 rpg, 2.0 apg, 0.5 spg, 0.4 bpg.

O filho do lendário pivô lituano Arvyndas Sabonis está cada vez mais fazendo jus ao sobrenome que é tão pesado no mundo do basquete internacional. Após ele ser mandado junto com Victor Oladipo aos Pacers em troca de Paul George, ele tem mostrado que a ousadia dos diretores que já estavam cansados da mesma situação valeu a pena, porque conseguiram um jovem all-star e um pivô muito consistente em troca de um all-star que já estava planejando sua saída do time na próxima free agency.

 

sobanis
Domantas Sabonis tem gerado bons frutos em Indiana até o momento. Créditos na imagem

 

Domantas não só aumentou todas as suas médias nessa temporada, mas fez isso jogando o mesmo número de minutos da temporada passada, ou seja, ele está sendo extremamente eficiente e isso é algo fácil de se ver quando você assiste um jogo dos Pacers. A única coisa que pode dificultar essa transição dele de jogador mediano para um jogador bom é a sua defesa, que estatisticamente é bem inferior do que se espera de um jogador de 2,08 metros de altura. Mas, enquanto o seu talento no ataque continuar sendo tão eficiente igual é hoje, ele sempre vai estar surpreendendo aqueles que não o conhecem.

 


 

Roma
Clique na imagem para acessar o site
Guilherme Kruklis (4 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta